quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Segredos





Folhas ao vento
Levem meu recado.
Contem todas as minhas lembranças
Meus segredos
Meus medos
Minha esperança
De alguém que um dia partiu,
mas que por ali permaneceu
- entre a noite e o dia -
Ao meio.

Maria Lúcia de Almeida

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Sensações


Um pedaço de livro
Um pouco de brisa
Uma garoa fina de verão
Borrifando de perfume o acaso.

- Deliciosas sensações de bem estar -

Naquela tarde,
Um olhar de esperança
Pairou sobre os sonhos
E tudo o mais só foi detalhe.

Maria Lúcia de Almeida




domingo, 14 de dezembro de 2014

Quase amor




Quando o frio encontra a noite
Em um azul - mais azul que de Van Gogh -
Entre estrelas cintilantes
Sou abrigo e travessia.
- Sublime desvario -
Das lembranças que nos une
Sou esse silêncio
Repleto de versos e rimas.

Maria Lúcia de Almeida

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Supernova


Minha alma
Supera limites
Desafios
Profundidades.
- Supernova -
Minha descoberta
Escrita nos céus.
Brilhante como em sonhos,
Cria enlaces
Como o mar
Unindo ao céu.

Maria Lúcia de Almeida


quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Caminhos



Caminhar pela tarde
Colhendo momentos
Recordações de um tempo feliz.
Assim como o vento,
Lembranças me levam de volta
Ao caminho que carrego por dentro
E que jamais esqueci.

Maria Lúcia de Almeida