sábado, 19 de dezembro de 2009

Aquarela



Por quais caminhos
vagueia a tua alma?
Em que cais
manténs preso o coração?
Será alguma doce lembrança,
ou quem sabe, um triste adeus.
O que sonhas, bela menina
Enquanto o artista
- na suavidade do pincel -
busca retratar tua emoção.


Maria Lúcia de Almeida
(Aquarela de Bruno de Almeida Nazareth)

Um comentário:

Monica Dib disse...

Muitas vezes o coração ancorou num cais e nele ficou.A alma seguiu seu caminho...só o artista, seja poeta ou pintor, consegue dizer isso sem palavras...