domingo, 14 de dezembro de 2008

Um momento de magia



Depois de uma longa subida, a mulher dá sinais de fadiga...
Faz uma pausa para um momento de contemplação e pondera, calmamente, a sua escolha dentre as muitas direções.
Sob uma lua cheia, numa paisagem ao mesmo tempo clara e escura, o que existe é apenas uma mulher com medo.
Estranhamente, ela se lembra das histórias infantis, de uma bruxa má que prega peças cruéis em quem se perde na noite.
Do outro lado de um fosso de águas túrgidas, talvez habitado por coisas que metem medo, vê os torrões de um castelo. Mas a ponte está elevada, os portões estão fechados, e parece que ninguém escuta seus lamentos.
- Será que a magia da bruxa barrou o caminho de volta pra casa? -
A lua surge por detrás das nuvens, ainda mais clara e, de repente, parece mais quente e insinuante.
No pálido rosto da mulher escorrem lágrimas, enquanto o chão parece crescer  e ultrapassar o fosso e a muralha que cerca o castelo. Está feito o contato.
Uma estrela de esperança e assombro brilha no céu. Uma sensação de milagre anuncia que novamente os sonhos podem se realizar.
A mulher vê agora, claramente, o caminho de casa. Agradece a lua, segue em direção.

Maria Lucia

Nenhum comentário: