sábado, 9 de janeiro de 2010

Como uma folha


Livre como uma folha
Ao vento
Leve, simples, singela
Ao puro sabor da vida
Rendo-me.
Sem mais resistir
- pretendo -
Seguir desprendida a jornada
Sem mágoa, dor ou sofrimento.

Maria Lúcia

Nenhum comentário: