sábado, 21 de julho de 2007

Caminho de casa



Na terra úmida
No barro vermelho
Uma cerca-viva, cheia de vida.

No campo grande
No manto verde
Casas velhas, cheiro de mato.

Uma borboleta, um beija-flor
Muitas asas em movimento.

Cantar de pássaros
Abrir de janelas
Alegres sons junto ao silêncio.

Lugar longe, caminho curto
Caminho de casa
Saudade de tudo.

Maria Lúcia de Almeida

Um comentário:

raulmariano disse...

Olá Lú, não estou aqui para comentar sobre seus textos, que diga de passagem, adoro todos. Estou aqui para dizer (o que em outras outras ocasiões já o disse) o quanto você foi e é uma pessoa importante na minha vida; Um divisor de águas.Tão importante que não consigo imaginar minha caminhada sem sua presença e ensinamentos - Obrigado -
Ah! o blog esta lindo, estarei visitando com frequência. Um Beijo no coração. Raul